Crianças e adolescentes também são atingidos por depressão, ansiedade, baixa autoestima, falta de perspectiva, frustrações e outras questões que afetam sua saúde mental.

Alguns estudos relatam que pessoas mentalmente saudáveis vivenciam e compreendem uma série de emoções diárias, reconhecendo seus limites e procurando ajuda caso necessário. Tal maturidade, muitas vezes, pode se tornar um desafio para crianças e adolescentes, visto que estão em processo de desenvolvimento que incluem aspectos como o social e emocional.

Por outro lado, a falta de informação sobre o tema ainda existe e resulta, muitas vezes, no negligenciamento de parte da população sobre a importância dos cuidados à saúde mental.

Crianças que sofrem com as dificuldades de um transtorno mental, por exemplo, podem deixar a escola precocemente e, em consequência disso, ter no futuro dificuldades para se relacionar ou conseguir um emprego.

Como prestar atenção nos sinais?

É muito importante o olhar atento da família para os comportamentos que são característicos da infância e da adolescência. O que deve chamar a atenção são os excessos ou as ausências de certas atitudes. Esse acompanhamento é fundamental para avaliação da equipe multidisciplinar.

Outras atitudes que indicam que algo não vai bem são agressividade, gagueira, isolamento social, fobia, medo, tentativa de suicídio, depressão, transtorno alimentar, incontinência urinária e fecal.

Diagnósticos como autismo e deficiência mental também estão relacionados entre as prioridades para um acompanhamento especializado.

Para ajudar, esteja disposto a ver as coisas com um olhar mais leve, afinal, o que antes era extremamente importante pode ser diferente hoje. Isso serve tanto para as suas cobranças internas, quanto às cobranças feitas aos seus filhos.

Permita que seus filhos troquem experiências com amigos, pessoas que são importantes em suas vidas. As redes sociais são um ótimo recurso para isso, mas, lembre-se que não pode ser em excesso e muito menos prejudicar as atividades escolares do dia.

Para cada problema existe um tratamento eficaz e adequado, seja ela depressão, transtorno de ansiedade, personalidade, alimentar ou emocional. Além do apoio dos familiares das crianças e dos adolescentes, o acolhimento e cuidado profissional é um fator essencial para o controle e recuperação da saúde mental.

Deixe seu Comentário

Sobre mim

Dr. José Dircksen é um profissional que atua no ramo de atividade de Psiquiatria e Medicina Psicossomática.

Horário de Atendimento

Seg - Sex: 8.00 am - 6.00 pmSábado: 10.00 am - 3.00 pmDomingo: Sem atendimento

Contatos

Telefone: (47) 3521-0289R. Roberto Kock, 621 - SumaréRio do Sul - SCVeja mais