O Tratamento de Ansiedade pode ser a salvação para aqueles que não sabem lidar com esse sentimento. A ansiedade é uma emoção perfeitamente natural do ser humano, comum ao se enfrentar qualquer problema do dia a dia, como no trabalho, antes de uma prova, ou diante de qualquer decisão difícil.

Embora comum a ansiedade torna-se um distúrbio quando presente na maioria dos dias ou por mais de 6 meses, o que prejudica a vida e os afazeres diários. Ao lado da depressão, a ansiedade é um estado permanente de angústia, agitação, medo e preocupação que desencadeia reações emocionais, comportamentais e psicossomáticas no indivíduo, mesmo quando não há motivo para isso.

O que difere os dois problemas é que a ansiedade possui um conjunto de transtornos, entre eles o transtorno de ansiedade generalizada (TAG), fobias e síndrome do pânico.

 

Como distinguir os sinais da ansiedade?

Os sintomas surgem de forma repentina. De repente, sente o coração disparar, uma falta de ar mesmo que você inspire profundamente. A visão pode ficar embaçada e calafrios pelo corpo todo, mas em poucos depois os sintomas passam, tão repentinamente quanto começaram. A não ser que seja um problema específico de saúde, é um sinal claro de ansiedade.

Os pensamentos durantes as crises podem beirar a insanidade criando cenários tenebrosos e completamente sufocantes, levando a pessoa a um limbo de sofrimento e angústia por imaginar situações que na maioria das vezes são irreais e que podem ser altamente destrutivos.

É importante ressaltar que a crise de ansiedade pode acontecer em qualquer momento, independentemente de haver um fato gerador. Porém, é bastante comum em casos de maior estresse, como uma prova, entrevista de emprego, um casamento, mudança, entre outros.

Mas nem sempre percebemos o quanto estamos sendo dominados pela ansiedade. Ela pode aparecer disfarçada como uma característica normal da personalidade, atingindo aos poucos a saúde integralmente.

 

O que leva alguém a ter ansiedade?

São diversas as causas que, sozinhas ou combinadas, podem vir a desencadear o transtorno de ansiedade. Estas são traumas, estresse, genética, doenças físicas e até mesmo a depressão. É comum o paciente alternar entre quadros de ansiedade e quadros de depressão, pois uma condição pode gerar a outra.

 

Como se trata a ansiedade?

O tratamento de ansiedade tem o objetivo de ajudar a pessoa a agir normalmente na sua rotina, limitando suas preocupações. Em muitos casos, uma combinação de medicamentos e terapia cognitivo-comportamental é recomendada.

O diagnóstico da ansiedade deve ser feito por médico psiquiatra, que irá analisar além dos sintomas, o histórico, casos na família e quaisquer situações que esteja vivenciando capazes de se tornar gatilhos de um quadro da doença. Abusos e separações familiares ou amorosas representam fatores de risco àqueles que já tendem a desenvolver esse distúrbio.

O tratamento mais usado para a ansiedade é a prescrição de calmantes e psicoterapia. É a forma de fazer a pessoa reconhecer e a mudar os seus padrões de pensamento, ajudando a limitar o pensamento distorcido e analisar as preocupações de forma mais realista.

 

Não deixe para buscar ajuda depois…

Enquanto não é tratado, o TAG pode levar a problemas ainda mais sérios como depressão, abuso de substâncias, insônia crônica, problemas digestivos ou intestinais e dores crônicas de cabeça.

É importante buscar auxílio médico rapidamente a fim de dar início ao tratamento e conviver com a ansiedade de forma mais tranquila, sem que ela interfira no dia a dia e nos relacionamentos.

Se você ou alguém próximo estiver sofrendo por conta da ansiedade, entre em contato e agende uma consulta.

Aproveite um conteúdo de qualidade no Instagram

Deixe seu Comentário

Sobre mim

Dr. José Dircksen é um profissional que atua no ramo de atividade de Psiquiatria e Medicina Psicossomática.

Horário de Atendimento

Seg - Sex: 8.00 am - 6.00 pmSábado: 10.00 am - 3.00 pmDomingo: Sem atendimento

Contatos

Telefone: (47) 3521-0289R. Roberto Kock, 621 - SumaréRio do Sul - SCVeja mais